html5 templates

Vila Pura


Pequena casa, quartos pequenos, piscina pequena…grande coração.
Compreender o espírito Vilapura

Quando se chega ao VILAPURA, a primeira imagem é de que é tudo pequeno, mas poucos minutos depois, quando se começa a sentir a atmosfera, o ambiente, o espaço familiar, o design, o silêncio, e a tranquilidade, o espirito envolvente realça o calor humano que se sente. Para quem vive nu, os valores mais importantes são muito diferentes dos que vivem vestidos.

Passar férias no VILAPURA é descobrir, entender, e desfrutar dum espaço único, onde todos, hóspedes e proprietários vivem em perfeita harmonia como se da sua própria casa ou família se tratasse.

A história do VILAPURA começa 20 anos antes, quando decidimos comprar o terreno onde existia uma casa tradicional antiga em ruínas, de uma normal família algarvia. O objectivo era um dia construirmos a nossa casa de férias no Sul de Portugal. Nunca imaginamos, que anos depois, essa casa não seria de férias, mas sim para vivermos e darmos início a uma mudança e concretização dum sonho.

Uma vida de trabalho numa fábrica de cerâmica decorativa, empresa de família fundada pelo meu pai, surge o pedido da nossa filha para integrar os quadros da empresa. Por sentir um espirito dinâmico e empreendedor, decidi abandonar a fábrica, oferecendo a parte da empresa á nossa filha e tomar o risco de iniciar um negócio completamente diferente, largando tudo na nossa região de origem (Alcobaça, 400 kms do Vilapura ) e rumar ao Algarve.

O projecto inicial, totalmente diferente, consistia numa casa maior, no centro do terreno e com uma grande piscina. Mas, desconhecedores da legislação da região, fomos confrontados com enormes contrariedades, por causa da localização do terreno. Integrado em zona protegida de reserva agrícola, apenas era permitido reconstruir a ruína existente, no local onde se encontrava, e nem era possível aumentar a sua área, nem a construção de uma piscina. A desilusão instalou-se, mas depois de muitas noites sem dormir, a pensar em soluções, decidimos avançar com o que a lei permitia.

E assim, nasceu o VILAPURA, numa área de construção de apenas 120 m2, em que a piscina foi feita no antigo reservatório de água dos animais, e o jacuzzi no antigo poço de água. Tudo nos locais e áreas pré-existentes da antiga casa.

Hoje, estamos felizes, com o que oferecemos. A casa é pequena, mas acolhedora. A piscina não dá para nadar, mas com muito carinho dizemos que pode abraçar. O jacuzzi não é para 10, mas a 4 a conversa flui em amizade. E depois, o terreno com 2000 metros, está todo aproveitado onde se pode desfrutar do ambiente natural em total nudez.

Por isso, dizemos, sinta o espírito VILAPURA, e tenha umas férias inesquecíveis.


Seja bem-vindo a nossa casa.

Seja bem-vindo Á SUA CASA.

Carlos e Filomena 


Consulte mais em: www.vilapura.pt

RNAL registo: 68194/AL